PASSEIOS

Refúgio de inverno em Whistler

  • 38 fotos
  • 3 dias
  • 9 atividades

Em Whistler, os habitantes vivem ao ar livre. Eu decidi que devíamos seguir o exemplo deles. Após uma viagem panorâmica de carro pela rodovia Sea-To-Sky, passamos os próximos três dias em uma overdose de neve. É claro que não podíamos deixar de esquiar. Também pilotamos motoneve e andamos de raquetes de neve pela natureza rústica. Praticamos esqui cross-country, deslizamos em tobogãs e ainda caminhamos pelas copas das árvores. Naturalmente, com tantos esforços físicos, comemos mariscos e bife de Pemberton para repor a energia. E bebemos cerveja e vinho de BC para nos animar. Nossas câmeras ficaram lotadas de fotos das inúmeras atividades que fazíamos todos os dias. Tudo passou tão depressa.

Día 1
Duas montanhas, ação ilimitada
Havia começado a nevar quando saímos. Cenário perfeito. Whistler Mountain e Blackcomb Mountain ficam realmente uma do lado da outra. Entre as duas montanhas, há inúmeras pistas e muitas trilhas novas. Demais! (Vamos nessa!) Nos separamos na colina – Phillip não iria esperar por ninguém. Mas todos se reuniram mais tarde para comer e beber juntos. Após esquiarmos, compartilhamos algumas cervejas locais (adoro a Winter Dunkle da Cervejaria Whistler) e assamos marshmallows sobre uma fogueira. Nada é melhor que um marshmallow quente e derretido em uma noite fria. Foi Phillip quem preparou a maioria deles. E também comeu a maioria. Não sei como ele ainda arranjou espaço para saborear um hambúrguer e uma cerveja depois.
Día 2
Raquetes de neve e motoneves
Odeio perder a luz do dia. Por isso, tirei todo mundo da cama antes de devorar um prato de ovos e bacon defumado com xarope de ácer. Eu sabia que precisaria de energia para conseguir fazer as trilhas com raquetes de neve. Após a corrida de esqui de ontem, caminhar em raquetes de neve parecia tão fácil. Mas ainda assim é um exercício incrível. À tarde, demos às nossas pernas o descanso merecido. Paramos para tomar uma sopa saudável, que de tão espessa mais parecia um guisado. Depois, alugamos motoneves e fizemos um tour pela natureza, cruzando florestas antigas e lagos congelados. Lindo demais. Já estava anoitecendo quando retornamos. Nenhum de nós queria cozinhar, então fomos a um pub local para comer algo leve. Mais tarde, ainda nos reunimos na varanda do nosso chalé e brindamos com umas taças de vinho. Foi um longo dia. Um brinde a nós!
Día 3
Nosso último viva!
Eu estava determinada a tornar nosso último dia uma ocasião inesquecível. Após tomarmos iogurte e cereais no café da manhã, nos equipamos e alugamos alguns esquis cross-country. Passamos algumas horas explorando as trilhas bem-cuidadas. Depois, descalçamos os esquis, almoçamos rapidamente e alugamos alguns tradicionais tobogãs de madeira. Muito legal. Phillip começou uma brincadeira no meio dos tobogãs. E espirramos neve para todo lado. No final da tarde, conseguimos encaixar uma visita a TreeTrek, onde subimos nas copas das árvores por plataformas e pontes suspensas. (Observação mental: devíamos voltar no verão para experimentar as tirolesas.) Foi uma ótima maneira de ter uma última visão de Whistler. Nenhum de nós queria ir embora, mas enquanto colocávamos as malas no carro, sabíamos que voltaríamos. E muito em breve.