PASSEIOS

Hidroaviões e flores de cerejeira de Vancouver

  • 02 passeios de hidroavião
  • 12 tipos de Dim Sum
  • 04 coquetéis artesanais

Uma das melhores coisas de se viajar com bons amigos? Você não tem que ficar amarrado a eles. Will e Sherezad gostam de pegar leve, enquanto o resto de nós mergulha de cabeça. Quando fomos para Vancouver, seguimos nossas regras de viagens como fazemos normalmente: mergulhamos na cultura local e nos reuníamos com nossos amigos nas refeições. Aproveitamos muito nesses três dias: voamos como gansos do Canadá sobre o Parque Stanley em um hidroavião em direção à ilha de Bowen, participamos de um passeio gastronômico em torno de Chinatown, onde comemos um delicioso Dim Sum, passeamos pelo confete de flores de cerejeira em um lindo jardim e conseguimos ver os surpreendentes totens das Primeiras Nações. Resultado? A aventura mais incrível que já tivemos.

Día 1
Chá e jardins
Deixamos os outros cochilando e fomos aos jardins Nitobe que a Erica estava louca para conhecer. Ela estava absolutamente certa, fomos ao mar para tirar fotos, mas aquilo era tão bonito que não pudemos evitar. Um jardim japonês autêntico no centro de uma cidade canadense: muito legal. Depois da nossa primeira cerimônia do chá, chegamos à conclusão de que era daquela forma que todo chá deveria ser servido. Nossos amigos mandaram mensagens de texto dizendo que ouviram sobre um peculiar bar de coquetéis no badalado distrito de Yaletown que possuía sua própria barbearia. Eles tinham toalhas quentes, nós tínhamos coquetéis artesanais. Agora todos estavam bem.
Día 2
Sonhos em um hidroavião
Definitivamente, o passeio de hidroavião é o grande destaque de Raya. O hidroavião faz bastante barulho na decolagem, mas ainda é possível ouvir os gritos de excitação mais altos que o motor. Pense na visão de um pássaro em voo. Voamos sobre os pontos turísticos de Vancouver e Erica conseguiu se sentar ao lado do piloto e jura que viu um totem. Pousamos suavemente sem quase nos molharmos e depois seguimos em uma caminhada pela floresta com nosso guia, passando por medronhos cor de ferrugem e cedros imponentes. Uma aventura que nos deixou com muita fome. É verdade o que dizem: a comida é melhor quando servida ao ar livre. Especialmente quando você não precisa cozinhar.
Día 3
Gastronomia cultural
Gastronomia e cultura? Estamos dentro! Will encontrou a atividade perfeita para o último dia: um passeio gastronômico onde aprendemos sobre a história de Chinatown em Vancouver e devoramos deliciosos pratos ao longo do caminho. Havia até o Clássico Jardim Chinês Sun Yat-Sen para a Erica; ela não queria mais ir embora! Somente a promessa de almoço a fez sair do meio dos salgueiros. Nosso guia era muito engraçado e dotado de muito conhecimento - almoçamos com um especialista em gastronomia local que nos ensinou tudo sobre como pedir um Dim Sum como profissionais. A melhor ideia que tivemos.