PASSEIOS

Pedalando no estilo Chilcotin

  • 48 fotos no total
  • 2 dias
  • 5 atividades no total

A única coisa melhor do que uma viagem de bicicleta com os amigos são dois dias passados na conquista de uma das trilhas mais épicas na Colúmbia Britânica. Em uma província famosa mundialmente por suas trilhas, isso diz muito. De carro, hidroavião e bicicleta, encontramos o maior parque de bicicleta na orla do Pacífico. Alguns chamariam isso de natureza intocada, mas o passeio certamente tocou nossos corações com suas trilhas sinuosas e vistas deslumbrantes em Windy Pass.

Día 1
Viagem por estrada
Acordamos ao amanhecer para pegar estrada cedinho, nossas mountain bikes presas no carro com algumas cordas elásticas bem posicionadas. Primeira parada, no Tim Horton para tirar as teias de aranha com café. Segunda parada, gasolina e um CD de música local. Depois, dirigimos por 4 horas enquanto Scott cantava todas as músicas, sabendo a letra ou não. Fizemos uma parada rápida para uma dar espiada no rio volumoso e na sinalização rústica na pequena cidade de Bralorne e depois voltamos para a estrada até Gold Bridge. Logo, encostamos no Resort Tyax Wilderness onde passaríamos a noite. Da janela do quarto de Sean vimos a doca de onde o hidroplano estaria nos esperando para voar até Spruce Lake na manhã seguinte.
Día 2
Windy Pass
Mais uma vez de pé cedo, mas a promessa de um passeio épico (e bacon, ovos e panquecas) foi o bastante para nos fazer acordar. Começamos o dia com alguns mergulhos longe das docas; a água gelada funcionou melhor do que café. O ruído do hidroplano que se aproximava - a única forma de transporte por ali - nos fez sair da água e arrumar as malas. Com nossas bicicletas e equipamento voando junto conosco, Sean passou o voo todo tirando fotos com seu telefone, enquanto o restante de nós se maravilhava com os lagos e montanhas abaixo. Quando aterrisamos em Spruce Lake, a paisagem se espalhava em todas as direções. Uma pequena faixa de trilha era o único sinal de que alguém já havia estado lá antes de nós. Subimos nas bicicletas, prendemos as sapatilhas nos pedais e seguimos a trilha por prados, leitos de rio e antigas geleiras. Quando completamos o percurso de volta para a doca, a única coisa em nossas mentes era o passeio que viria a Windy Pass.