Estado: Nunavut

Fronteira selvagem do Ártico no Canadá

  • 1/5 do Canadá está dentro de Nunavut, maior e mais novo território do país
  • 84% de população inuíte
  • 50% dos ursos polares do mundo

Nunavut é o Outback Ártico do Canadá, uma vasta e intocada paisagem de geleiras, icebergs e tundra. Caminhe ou esquie no extremo norte de Sirmilik National Park. Viaje pelo oceano congelado até a borda do bloco de gelo em um safári pelo Ártico para avistar baleias belugas, ursos polares e narvais sob as cores brilhantes das Luzes do Norte. Faça um cruzeiro pela Passagem Noroeste e conheça a história e a tradição Inuit, enquanto procura bois almiscarados, morsas e baleias da Groelândia.

Hospede-se com uma acolhedora família Inuit na aldeia tradicional de Kimmirut; conduza uma matilha de cães de trenó, tente pronunciar algumas palavras Inuktitut e pesque no gelo peixes deliciosos, como salvelinos do Ártico. Assista renomados escultores e gravadores criarem a emblemática arte canadense em Cape Dorset e em Pangnirtung. Participe de um festival que celebra todas as coisas do Norte em Iqaluit e deixe-se levar pelos ritmos de dança ao som de tambores e cantores Inuit em uma animada noite iluminada pelo sol da meia-noite.

Aventura ao ar livre

  • Caminhe ou esquie no selvagem Sirmilik National Park, na extremidade norte de Baffin Island, procurando corujas das neves, ursos polares e narvais com a Polar Sea Adventures.
  • Veleje pelo topo do país e pela gelada Passagem do Noroeste em um cruzeiro com a Adventure Canada .
  • Se você estiver procurando uma experiência de pesca esportiva na natureza, você a encontrará em Nueltin Fly-in Lodges na fronteira de Manitoba/Nunavut. Imensos lúcios do norte e gigantescas trutas de lago reinam nas profundezas dessas águas, enquanto tímalos do Ártico dançam nas corredeiras.
  • Forme uma equipe de cães pelos vastos lençóis de gelo tão cristalinos quanto o mar do Caribe, depois durma sob a inspiradora Aurora Boreal.

Arte e cultura

Natureza e vida selvagem

  • Viaje de motoneves guiadas por inuítes até o topo de uma banquisa em um safári ártico para ver narvais, ursos polares e belugas no Reino Ártico.
  • Pare na tundra de Baffin Island para ver as bases de alimentação de alguns dos 500.000 caribus de Nunavut.
  • Visite o Niginganiq National Wildlife Area na Isabella Bay, costa leste de Baffin Island, primeiro santuário do mundo a proteger as baleias-da-groenlândia do Ártico, que podem chegar a até 18 metros de comprimento.

Eventos e festivais

  • Conheça as artes do Norte sob o sol da meia-noite no Iqaluit’s Alianait! , festival anual da primavera que apresenta filmes, artes circenses, histórias, músicas – incluindo cantores - e peças teatrais.
  • Celebre o inverno ártico por toda a semana no Toonik Tyme Festival , todo mês de abril, e participe de tradicionais jogos e atividades inuítes, como a construção de iglus, corridas de trenó e de motoneve, concursos de esfolas de focas, apresentações musicais e festas animadas.

Clima e estações

  • As temperaturas variam muito de acordo com a comunidade. A média em Kugluktuk, o vilarejo mais quente de Nunavut, por vezes chega a 30 °C no verão e varia entre -15 °C e -40 °C no inverno.
  • A comunidade mais fria é também a mais ao norte, Grise Fiord, onde as temperaturas no verão podem permanecer pouco acima de zero, chegando a 5 °C, e as temperaturas do inverno frequentemente chegam a -50 °C.
  • As temperaturas da primavera são mais consistentes em todo o território, com máximas médias diurnas entre -20 °C e -10 °C. Os dias frios da primavera em Nunavut são muitas vezes ensolarados.
  • No verão, Iqaluit goza de temperaturas de até 20 °C, durante os dias longos; e as temperaturas permanecem acima de zero em toda a região.
  • Veja o clima local. Conheça as tendências do clima local no site Canadian Climate Normals do Environment Canada.
Fatos importantes

Área: 1.932.255 km2 (746.048 mi2)
Capital: Iqaluit
Maior cidade: Iqaluit
População total: 33.330
Idiomas oficiais: Inuktitut, inglês e francês (o inglês é predominante em Iqaluit)
Lema territorial: Nunavut Sannginivut (em Inuktitut). “Nossa terra, nossa força”.

Quando ir
  • Os dias são longos na primavera – maio e junho – quando viagens para a borda flutuante de snowmobile e trenó são populares pelo gelo do mar ainda congelado. É um bom momento para esquiar no campo.
  • A primavera e o outono são bons momentos se você estiver procurando arte e esculturas Inuit, pois muitos artistas passam o verão “em terra”, em acampamentos.
  • Acima do Círculo Ártico, há 24 horas de luz a partir de maio a agosto. Do final de março até o final de maio, a luz do sol refletida pela neve e pelo gelo pode causar queimaduras graves, por isso, mesmo sentindo frio, o uso de protetor solar é aconselhável.
  • Entre julho e agosto é a curta temporada para caminhadas, canoagem e cruzeiros, quando as flores silvestres – e os insetos! – aparecem. Veja narvais, belugas, baleias da Groelândia, morsas e aves migratórias, especialmente em julho.
  • De meados de agosto a meados de setembro são os agradáveis meses do outono, com a tundra avermelhando e os mirtilos amadurecendo. É um tempo excelente para caminhadas, pois há poucos insetos.
  • Não é incomum nevar em qualquer mês do ano, portanto, leve roupas quentes.
  • O inverno é frio, escuro e hostil durante o período de Natal, mas nas comunidades esse é um momento quente e acolhedor do ano.
Chegando aqui

Nunavut está localizada na parte oriental do Ártico do Canadá e só pode ser acessada por avião ou, no verão, em um cruzeiro da Adventure Canada que parte de diversas comunidades. Os principais pontos de entrada para os voos do sul do Canadá são:

Conhecendo

Como não existem estradas conectando as 25 comunidades de Nunavut, é necessário voar. As companhias aéreas que atendem Nunavut incluem: